Adendos

Para efeito de esclarecimento (aprendi essa frase no cartório), eu não me proponho a ser um crítico culinário, apenas criei isto aqui como uma lista dos lugares aonde vou, dizendo porquê vou e o que gosto de comer lá.
Obviamente tudo aqui é minha opinião pessoal, pois não há como ser diferente; eu não posso dizer que uma comida é gostosa se eu nunca a comi (e se o fizer, dou crédito a quem disse).
Concomitantemente, se eu afirmar que algo é gostoso, minha palavra só se vale na mesma boca que a pronunciou e não deve ser considerada verdade absoluta. Por exemplo, eu adoro picado e detesto camarão; experiência empírica afirma que o mundo geralmente funciona ao contrário, mas eu tenho meu gosto pessoal e prefiro ingerir sangue talhado, glândulas e entranhas recortadas de animais fedidos a comer artrópodes marinhos, parente das baratas domésticas.

Dificilmente eu escreverei mal sobre um lugar porque, novamente, este blogue é uma lista dos lugares que frequento e recomendo. Há, claro, exceções, mas só achincalharei se o local realmente merecer.
Fora isso, só palavras construtivas.

Uma coisa importantíssima nos dias de hoje que eu negligenciei totalmente até agora: estacionamento.
Não adianta ser o melhor restaurante de Natal se não dá para chegar nele (algumas pessoas não andam mais de vinte passos).

Conserto isso agora. Aqui vai a lista, com os links para os artigos já escritos:

Sápida – algumas vagas na entrada do hotel, mas raras e problemáticas, melhor parar na rua mesmo, sem flanelinha;

Botelha – estacionamento só na rua, com flanelinha;

Sala Thai – idem, mas mais concorrido que a densidade de bares ali é alta;

Luna Rossa – só na rua, sem flanelinha;

Dennis Sushi e Sports Bar – três ou quatro vagas (dependendo da habilidade do motorista) na frente, e uma rua que está sempre apinhanda de carros dos estudantes da faculdade da esquina, meio problemático antes da aula acabar, sem flanelinha;

Armazém Gourmet – três vagas na frente, sendo uma para cadeirantes, mas tem muito espaço na rua (tanto de um lado quanto do outro pois não tem comércio imediatamente adjacente), sem flanelinha mas com um vigilante por perto;

Basílico’s – também só na rua, mas muita vaga, com vigilante e flanelinha;

Temaki Lounge – muita vaga mas só na rua, sem flanelinha no dia que eu fui, mas deve ter um agora (ponto estratégico);

Mina d’água – três vagas na frente, mas é permitido estacionar tanto à calçada como ao redor do canteiro central, com flanelinha;

Por enquanto é isso. Ainda preciso dar a segunda demão em alguns, mas isso fica para mais tarde.

Bom apetite!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s